Home Notícias

Atividades

Usários On-line

Nós temos 40 visitantes online

Campanhas

A ABENFO-PI é parceira:

 
PROENF: Materno-Infantil

 
Parto Normal está no meu Plano

 
Diga NÃO ao Ato Médico

Notícias
Gestante Morre após esperar 10 horas em Clínica Particular PDF Imprimir E-mail
Qua, 22 de Julho de 2009 12:53

Rio - Dez horas de espera por atendimento terminaram em tragédia para a família da vendedora Aldinete Pereira de Lima, 29 anos, grávida de sete meses. Sexta-feira, ela sofreu duas paradas cardiorrespiratórias e morreu na clínica particular Prosaúde, em Bangu, onde chegara às 10h e ficou até as 17h esperando um médico. Cesariana foi realizada, em vão: o menino que ela esperava já estava morto. A 34ª DP (Bangu) abriu inquérito para apurar omissão de socorro.

Hipertensa, Aldinete fazia o pré-natal no Hospital estadual Albert Schweitzer, em Realengo, onde esteve quarta e quinta-feira com dores, febre alta, tosse e falta de ar. Ela estava gripada desde domingo. Lá foi medicada e orientada a voltar para casa. O marido da vítima, Francisco Rodrigues da Cruz, 38, reclama que os médicos sequer cogitaram a possibilidade de ela ter gripe suína: “Por isso, decidimos procurar a clínica particular, mas parece que foi pior. Foi um descaso”. O diretor da clínica, Hélio Primo, afirmou que exame de raio-X detectou que ela estava com pneumonia grave e hemograma não apresentou quadro de infecção, o que levou a equipe a descartar gripe suína. “Orientamos ela para ir a Maternidade Praça XV pois o quadro era de risco, mas ela preferiu ficar. Eu estava com o CTI lotado. Só consegui abrir vaga extra às 17h, mas ela já estava com parada cardíaca”, disse.

Aldinete chegou na clínica Prosaúde às 7h de sexta-feira e até as 11h ficou na sala de espera com muitas dores. Só ao meio-dia colocaram-na numa cama. “Fiquei com ela até às 17h e nada de atendimento. Levaram mais de 10 horas para atender uma grávida de 7 meses que passava mal. Agora apresentaram a conta, querem R$1.968,71 por ter deixado eles morrerem”, reclamou Janira Pedro da Silva, 54, que acompanhou Aldinete na clínica. A família ainda teve dificuldade para liberar o corpo do bebê no Instituto Médico-Legal. Os corpos serão levados para Natal, onde a mãe e outro filho de Aldinete, de 8 anos, moram.

O médico e vereador Paulo Pinheiro, membro da Comissão de Saúde da Câmara Municipal, prometeu inspecionar a clínica e o hospital.. A Secretaria Estadual de Saúde informou que vai apurar a conduta dos profissionais do Albert Schweitzer.

TRAGÉDIA EM INCUBADORA

Já a família de Rosalva Augusto Silva, 32, que perdeu a filha de 15 horas em explosão na incubadora da Maternidade São Silvestre, em S. Gonçalo, não sabe quando vai enterrar o bebê. Por não ter certidão de nascimento, há dificuldades para liberar o corpo. “Na sexta, a gente desmontou o berço para evitar mais dor”, contou o cunhado Paulo Sérgio da Silva, 39. O hospital informou que enviou psicólogos à casa de Rosalva, mas não achou ninguém. O casal está na casa de parentes.

Publicado em TV Canal 13 (19/07/2009 às 07:16)

 
Gestante Morre na Porta de Hospital da Posse após esperar quase Uma Hora por Vaga PDF Imprimir E-mail
Dom, 19 de Julho de 2009 02:36

Uma mulher de 31 anos, grávida de nove meses, morreu, na segunda-feira, dentro de uma ambulância da Samu, na porta do Hospital da Posse, em Nova Iguaçu, após esperar por quase uma hora um leito na UTI da unidade. Além de Maria do Socorro Silva Moreira, o bebê que ela esperava também morreu antes que a ambulância conseguisse retornar ao Hospital Maternidade São Francisco Xavier, em Itaguaí, de onde ela tinha sido transferida.

- Depois de quase uma hora reunidos, os médicos disseram que não existia mais a vaga na UTI na Posse porque um paciente que iria ter alta tinha piorado. E me falaram que tinham que voltar correndo para Itaguaí porque o oxigênio da ambulância estava acabando. O tempo estava correndo e a Maria entubada lá dentro - conta, desolado o marido da gestante, José Manoel da Silva. - Não existe saúde pública no Rio, é desgraça pública - acrescentou.

Maria do Socorro foi internada domingo no Hospital Maternidade São Francisco Xavier, em Itaguaí, sentindo dores no corpo e tossindo muito. Segunda-feira à noite, José foi informado pelo hospital que o quadro da mulher tinha se agravado muito e ela precisava ser transferida para a UTI do Hospital da Posse. Ele correu para Nova Iguaçu e presenciou a chegada da ambulância para a transferência, que não aconteceu. A causa da morte foi parada cardíaca decorrente de uma bronquite asmática.

Publicado em O Globo (09/07/2009 às 00:22)

 
« InícioAnterior21222324252627282930PróximoFim »

Página 30 de 30

Vídeos

Filme IV ENONEPI

Clique na imagem para tocar

 
Programa Bem Viver (p01)

Clique na imagem para tocar

 
Programa Bem Viver (p02)

Clique na imagem para tocar

 
Programa Bem Viver (p03)

Clique na imagem para tocar

 
Programa Bem Viver (p04)

Clique na imagem para tocar

 
Programa Bem Viver (p05)

Clique na imagem para tocar

 
Programa Bem Viver (p06)

Clique na imagem para tocar

 
PI TV-TV Clube

Clique na imagem para tocar

 
Notícia da Manhã

Clique na imagem para tocar

 
Jornal Agora

Clique na imagem para tocar

Mais Vídeos

Todos os videos...