Gestante Morre na Porta de Hospital da Posse após esperar quase Uma Hora por Vaga Imprimir
Avaliação do Usuário: / 0
PiorMelhor 
Dom, 19 de Julho de 2009 02:36

Uma mulher de 31 anos, grávida de nove meses, morreu, na segunda-feira, dentro de uma ambulância da Samu, na porta do Hospital da Posse, em Nova Iguaçu, após esperar por quase uma hora um leito na UTI da unidade. Além de Maria do Socorro Silva Moreira, o bebê que ela esperava também morreu antes que a ambulância conseguisse retornar ao Hospital Maternidade São Francisco Xavier, em Itaguaí, de onde ela tinha sido transferida.

- Depois de quase uma hora reunidos, os médicos disseram que não existia mais a vaga na UTI na Posse porque um paciente que iria ter alta tinha piorado. E me falaram que tinham que voltar correndo para Itaguaí porque o oxigênio da ambulância estava acabando. O tempo estava correndo e a Maria entubada lá dentro - conta, desolado o marido da gestante, José Manoel da Silva. - Não existe saúde pública no Rio, é desgraça pública - acrescentou.

Maria do Socorro foi internada domingo no Hospital Maternidade São Francisco Xavier, em Itaguaí, sentindo dores no corpo e tossindo muito. Segunda-feira à noite, José foi informado pelo hospital que o quadro da mulher tinha se agravado muito e ela precisava ser transferida para a UTI do Hospital da Posse. Ele correu para Nova Iguaçu e presenciou a chegada da ambulância para a transferência, que não aconteceu. A causa da morte foi parada cardíaca decorrente de uma bronquite asmática.

Publicado em O Globo (09/07/2009 às 00:22)